Thursday, November 28, 2013

Prometeu Agrilhoado - Ésquilo

Linked by...

Esta obra foi até ao momento mencionada em quatro livros lidos neste blog, designadamente em:
Tratando-se de uma tragédia grega e tendo eu recentemente descoberto uma paixão por obras deste género, foi com enorme prazer que me dediquei a esta leitura.

Este exemplar foi adquirido na Bulhosa de Entrecampos.

Nota - este título foi posteriormente mencionado em:
Linked opinion...
Esta seria sem dúvida uma obra para ir para os meus favoritos, mas acabei por boicotar a minha própria experiência de leitura.

Passo a explicar. Nesta edição existe uma introdução e algumas páginas com informação sobre a peça, da autoria da tradutora (Ana Paula Quintela Sottomayor). O problema é que essa parte introdutória à leitura é toda ela um gigantesco spoiler, no verdadeiro sentido da palavra. "Estragou" totalmente a minha leitura desta tragédia. No texto que antecede a peça, a obra é contextualizada, descrita historicamente e explicada. É referida também a sua importância na literatura, as várias polémicas em relação à mesma, e tudo isto está, sem qualquer margem para dúvida,  muito bem feito. O problema é que ao falar sobre ela, conta toda a história. Quando estava a ler os capítulos que antecediam a peça, e como nunca a tinha lido, ainda pensei que a tradutora estivesse a contar apenas aspectos parciais da história. Contudo, quando li depois a peça em si mesma, verifiquei, com grande desapontamento, que já sabia antecipadamente tudo, mas mesmo tudo o que iria acontecer. Não se faz. Mas quem me mandou ir ler o que vem antes?... mas se estão colocadas antes do texto e carregadas de spoilers, não deveriam ter um qualquer aviso, ou então serem colocadas no final? Não sei. Só sei que não gostei nada deste aspecto.

O que é independente da minha experiência de leitura, é a qualidade desta tragédia, que é excelente. Lamento que as outras duas obras que supostamente faziam parte desta trilogia ("Prometeu Portador do Fogo" e "Prometeu Libertado") não tivessem chegado até nós, mas aceito com bom grado o privilégio que é poder ler esta.

É uma obra que só posso aconselhar, ainda mais nos dias que correm. Para além de um texto soberbo, há nas entrelinhas muito para pensar. Nos dias de hoje, uma obra destas faz ainda mais sentido. Julgo que é fundamental que reflictamos sobre os nossos valores enquanto indivíduos sociais, e sobre as lutas que valerão ou não a pena lutar. Talvez Prometeu possa "lançar umas luzes" em relação a isso...

Mas...não se deixem enganar pela palavra "introdução", e leiam-na apenas no fim. Aliás, na minha opinião, era onde todo aquele texto que antecede a peça deveria estar.

Linked opinion by other bloggers...

No blog  "Um Copo de Logos
No blog "Biblionet"

Linked books...
Euménides  - Ésquilo

Ilíada - Homero (foi mencionada nas notas do tradutor)

As Rãs - Aristófanes (mencionado na introdução)

Os Persas - Ésquilo (Na introdução, foram nomeadas todas as obras de Ésquilo que chegaram até nós, estando esta entre elas. Foi escolhida por ter sido a primeira mencionada na introdução, e por ter sido também mencionada nas notas)

Os Cavaleiros - Aristófanes

As Aves - Aristófanes

Eneida - Virgílio 

Antígona - Sófocles

Linked favorite citation:

"Não trocaria a minha desgraça pela tua servidão"
Prometeu ao submisso Hermes.


Canafrechas
Linked looked up words...
hodierno - do dia de hoje, de agora, actual, moderno.
supérstite - que sobrevive.
alcantilado - excessivamente íngreme.
piroscopia - arte de adivinhar por meio das chamas dos sacrificios antigos.
ornitomancia - arte de adivinhar pelo canto ou voo das aves.
hieromancia - adivinhação pela observação dos animais sacrificados aos deuses. 
hieroscopia - adivinhação pela inspecção das entranhas das vítimas.
fauces - goela, capacidade interior da garganta (falando de animais).
estásimo - é, na tragédia grega, cada uma das odes cantadas pelo coro, entre dois episódios.
hybris - é um termo grego que significa o desafio, o crime do excesso e do ultraje. Traduz-se num comportamento de provocação aos deuses e à ordem estabelecida.

3 comments:

  1. EU TINHA DE VIR AQUI COMENTAR!!!! ETNA!!!!!!!!!!!! NA MINHA SICILIA :) :') este tornou-se o meu post favorito deste blogue, ehehehe :)

    Roberta

    ReplyDelete
  2. :D Os seus comentários são sempre bem vindos Roberta :)

    ReplyDelete